Histórico

BREVE RELATO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VERMELHO NOVO

Após anos de trabalho e esforços direcionados a emancipação de Vermelho Novo, em 1996 o povo Vermelhense vai às Urnas para escolher, pela primeira vez, os seus governantes. Começa uma nova era para o então Distrito de Vermelho Novo. No dia 1º de janeiro de 1997, às 15 horas, no Salão Paroquial, o povo Vermelhense acompanhava, maravilhados, a Posse dos eleitos. Foram empossados o Prefeito e seu Vice, respectivamente Juventino Antunes Lopes e Jorge Arcanjo Pires. O Legislativo foi composto por 09 vereadores Ataíde de Souza Lopes, Francisco Teixeira de Oliveira, João Cupertino Moreira, Grimaldo Pinto, Manoel Inácio Cupertino e José das Graças Silva, compondo a Mesa Diretora para o biênio 97/98 Antônio Teixeira da Silva-Presidente, Anexílio de Oliveira Lopes-Vice-Presidente, Paulo Henrique Mendes-1º Secretário.  Assim, ficou instalada a 1ª Legislatura do Município de Vermelho Novo para o quadriênio 97/2000.

A Câmara foi instalada primeiramente em uma pequena sala anexa ao Salão Paroquial, isso em 1997, onde funcionava precariamente, oferecendo condições unicamente para os trabalhos internos da Câmara, a qual contava com 02 servidores Antônio Marçal de Oliveira- Assessor Parlamentar e Anna Sílvia de Oliveira-Auxiliar Parlamentar. Ainda assim, neste mesmo ano, no dia 30 de agosto de 1997, a Câmara Municipal já promulgou a 1ª Lei Orgânica do Município, ainda em vigor. Ainda em 1997, foi aprovada pela Câmara e sancionada pelo Executivo Municipal a Lei Complementar Municipal n.º 001 que deu a Câmara autonomia política e administrativa. Com isso, a Câmara mudou de endereço se  instalando satisfatoriamente à Rua Prefeito Wilson Damião. Foi criado pela Assessoria Parlamentar, o Plano de Cargos e vencimentos da Câmara Municipal, o que possibilitou o remanejamento dos servidores para o quadro próprio do Legislativo-QSL, o qual passou a ter a sua própria Assessoria Contábil prestada pelo Sr. Carlos Antônio Bernardo e a Assessoria Jurídica prestada pelo Dr. Luiz Eduardo de Araújo Gomes. No dia 25 de março de 1998 foi promulgada pela Mesa Diretora o Regimento Interno da Câmara. Em 09 de janeiro de 1999, a Câmara se reúne Solenemente para a posse da nova Mesa Diretora que ficou assim constituída: Presidente: Paulo Henrique Mendes, Vice-Presidente: Ataíde de Souza Lopes, 1º Secretário: Antônio Teixeira da Silva, nesta ocasião recebeu o título de Cidadão Honorário de Vermelho Novo o ilustre Deputado Sr. Mauro Lobo. No dia 08 de fevereiro de 2000, o 1º Secretário da Câmara renuncia ao seu mandato de vereador, assume então o suplente Izael José Pinto. No ano de 2001, com as sobras dos recursos do Legislativo, o Presidente em exercício comprou o lote para a construção da sede do Poder Legislativo, e providenciou também a planta arquitetônica da obra.

No dia 1º de janeiro de 2001, às 19 horas, tomam posse os governantes do Município para a 2ª Legislatura. Foram empossados o Prefeito reeleito e seu Vice-Prefeito, respectivamente Joventino Antunes Lopes e Pedro Vieira Cupertino, e ainda os vereadores: João Cupertino Moreira, Izael José Pinto, Vicente de Paula Melo, Grimaldo Pinto, Geraldo Moreira de Abreu, Crispim Silvério Teixeira, compondo a Mesa Diretora para o Biênio 2001/2002 Roberto Lopes Coelho-Presidente, José Alves da Silva – Vice Presidente e Paulo Henrique Mendes-1º Secretário. Em 2002 inicia-se a construção do prédio em um trabalho conjunto com o Executivo, em que a Câmara repassava o dinheiro para a Prefeitura e esta administrava e executava a obra.

No dia 04 de janeiro de 2003, é empossada a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal constituída por Grimaldo Pinto – Presidente, Paulo Henrique Mendes – Vice-Presidente e Roberto Lopes Coelho – 1º Secretário. Nesta época assumiu a Assessoria Contábil da Câmara o Sr. José Francisco Perázio Moreira e Assessoria Jurídica pelo Dr. José Lucas de Sá. O Presidente em exercício dá prosseguimento à construção da Sede do Poder Legislativo, realizando licitações, terceirizando serviços e juntamente com os outros vereadores revezavam na fiscalização da obra, cobrando e apressando a conclusão do serviço. No dia 31 de janeiro de 2004, às 19 horas é feita a Solenidade de Inauguração do primeiro pavimento do prédio, contando com a presença de várias autoridades. Na oportunidade foram realizadas várias homenagens, como título de Honra ao Mérito a Comissão de Emancipação de Vermelho Novo e Título de Cidadão Honorário ao Ex-Prefeito de Raul Soares José Constantino por sua valorosa ajuda a emancipação político-administrativa do município e Título de Mérito Legislativo aos servidores pioneiros da Câmara Municipal de Vermelho Novo: Senhores Carlos Antônio Bernardo (Assessor Contábil) e Antônio Marçal de Oliveira (Assessor Parlamentar) pelos serviços relevantes prestados ao Legislativo de Vermelho Novo.

Em 1º de janeiro de 2005, na Sede do Poder Legislativo, às 19 horas tomam posse os governantes da 3º Legislatura do Município de Vermelho Novo. São empossados os Chefes do Executivo Municipal respectivamente Geraldo José do Carmo e Raimundo Celso de Souza Lima, e os vereadores Geraldo Moreira de Abreu, Crispim Silvério Teixeira, José Geraldo Perázio Moreira, Joaquim do Carmo de Oliveira, Jésus Ferreira de Souza, Durval Eliziário de Souza; assume a Mesa Diretora Roberto Lopes Coelho-Presidente, José das Graças Silva - Vice-Presidente, José Francisco de Oliveira-1º Secretário. No dia 29 de agosto de 2005, em uma parceria Câmara/Escola Estadual, inicia-se no Legislativo uma semana de palestras com os estudantes com o objetivo de informar, esclarecer e prepará-los para a vida política do Município e para o exercício da cidadania.

No dia 04 de janeiro de 2007 assumem a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vermelho Novo para o biênio 2007/2008 os Vereadores Crispim Silvério Teixeira - Presidente; Joaquim do Carmo de Oliveira Vice – Presidente e Roberto Lopes Coelho – 1º Secretário. Em ambas as gestões prosseguem-se a construção do 2º pavimento do Legislativo Municipal com recursos próprios. O objetivo é entregá-lo ao Município para a realização de palestras, seminários, conferências, formaturas etc, uma vez que o Município não conta com esse espaço. Abaixo os pioneiros do legislativo. Matéria: Ana Silva 

||||||login news uppercase c10 b02ne bsd|uppercase c10 b02ne bsd|fwR uppercase b03ne c10 bsd|login news uppercase c10 b02ne bsd|uppercase b02ne c10 bsd|uppercase b02ne c10 bsd|content-inner||